• Vida

    Autoeu

    Hoje passei óleo de coco no cabelo e fiz uma daquelas máscaras hidratantes. Na falta de tempo, fiz esses dois “autocuidados” enquanto passava pano na casa e comecei a pensar sobre um negócio que li esses dias, não lembro onde, sobre a confusão entre autocuidado, indulgência e como isso poderia levar a auto sabotagem. São muitos “autos”, todos eles carregados de uma culpa nova para a gente alimentar. Eu prefiro viver em uma casa limpa do que com o cabelo brilhante e sem frizz. Essa é uma escolha em que coloco uma necessidade secundária (o cabelo) como o que ela é: algo que eu posso fazer depois. Já a casa,…

  • Vida

    Planos, projetos & frustrações

    Eu tenho tido um – não, vários – problemas em relação a mim mesma. Tenho enfrentado algumas questões relacionadas a minha identificação pessoal, minha relação com meu corpo, comida, dinheiro, relacionamento e até com a vida em sociedade. Passei a questionar a própria existência e o quanto valia a pena seguir um caminho onde a gente já sabe onde vai chegar… Comecei a escrever o parágrafo acima no dia 25/6. Hoje é dia 17/7 e algumas coisas mudaram, outras nem tanto. A primeira coisa que mudou é que eu já vinha analisando meu humor conforme meu ciclo menstrual e foi surpreendente (só que não) perceber que, ao me aproximar da…

  • Playlist da semana,  Vida

    Músicas da semana – O retorno – #14

    Viver sem música não dá. Eu tentei, juro, mas não consegui. Volto com a playlist da semana, dessa vez com um misto entre indie, folk músicas felizes com melancólicas – a minha vida é dualidade, então o gosto musical acompanha essa toada. Curta o retorno com Take The Town, uma playlist que antecede minhas férias. Não vejo a hora de tirar férias porque preciso descansar um pouco o corpo e a mente – cheguei num ponto em que o trabalho em si, de todo dia, me dá a sensação de estafa, o que acaba gerando uma ansiedade absolutamente desnecessária de resolução… E trabalho que é feito às pressas sai “nas…

  • Vida

    Pequeninas pílulas de amorzinho

    Ontem Era uma senhora oriental muito bem maquiada e elegante. Eu havia comido um belo prato de massa e estava arrotando molho de tomate, passei por ela para pagar a conta do mini restaurante do posto de gasolina, um oásis para os dias em que é difícil sair para almoçar. Segurou meu braço, olhou bem fundo nos meus olhos e falou: – Eu queria ter olhos como os seus. E riu uma risada gostosa enquanto eu agradecia. E seguiu: – Você é uma menina muito bonita, agora imagina eu, uma velha japonesa com olho azul! Eu iria até abrir os olhos!!! E mais uma risada gostosa e eu juro que…

  • Vida

    Cabeça vazia oficina do Instagram

    Deixei de seguir um monte de perfis no Instagram. Comecei com os de lojas de papelaria: eu tenho milhares de adesivos, washis e recortes que não foram usados ainda, então não faz o menor sentido eu ficar olhando as novidades, porque me frustra não ter dinheiro para comprar tudo – e nem tenho onde colocar e terei dó de usar e vai ficar só lá acumulando poeira. Melhor não seguir, não comprar e parar de ter dó de usar as coisas que eu já tenho. Acabou, vem algo novo, o velho vai estar ali no bullet journal para eu lembrar depois. Também parei de seguir alguns instas de estudo e…